domingo, 17 de outubro de 2010

Once upon a time

É difícil gostar depois de ti. Não posso dizer que me esgotaste, apenas sossegaste o meu coração no seu canto quando ele estava prestes a saltar para fora. Não me consumiste por dentro, só te aconchegaste no meu peito (como se ele sempre tivesse sido teu) porque te convidei para entrar. Enquanto tentavas tornar-te mais forte aqui dentro, eu tentava tomar as rédeas de um coração que não me obedecia. Era a troca perfeita, tu estavas protegido e eu apaixonada. Quando os papéis lentamente se inverteram, percebi que o espaço no teu peito era demasiado pequeno para mim. Deixaste-me inteira, não levaste nada de mim. Mas é difícil gostar outra vez depois de ti.

2 comentários:

Cristina disse...

sentimento perfeito para o momento... vontade de copiar igualzinho e postar no meu blog... rs

como não pode, vou divulgar no facebook assim que chegar em casa ok?

agradecida ^^

Jessica disse...

Olá Cristina, obrigada pela visita.

Eu agradecia que isto ficasse só aqui entre nós... Sou uma menina tímida ;)

Volta sempre, gostamos de te ter por cá!